+55 12 3942-2255 fale@euamocondominio.com

É incrível como as pessoas não valorizam o trabalho que é realizado pelo síndico do condomínio.

Imagino que seja por total desconhecimento das responsabilidades que o cargo do síndico representa na vida de uma pessoa que vive em um condomínio e o impacto de seu trabalho no seu dia a dia.

O síndico é eleito por todos, mas na maioria das vezes, ninguém quer assumir essa importante tarefa, afinal, todos querem atacar pedras, mas ninguém quer ser “vidraça”.

Só pelo fato da responsabilidade que é assumida (civil, criminal, trabalhista, tributária, previdenciária, ambiental, dentre diversas outras), o síndico deveria receber um salário proporcional ao tamanho dos riscos que assume, mas na maioria das vezes recebem salário baixo ou até mesmo somente a isenção da sua cota condominial. É um absurdo!

As exigências dos moradores são gigantescas. Dessa forma, o síndico sendo interno do condomínio ou externo, deve ser a cada a dia mais profissional.

O síndico cuida da sua segurança, da sua qualidade de vida, da valorização do seu patrimônio, seu bem estar, do seu lazer e entretenimento, da limpeza e asseio das áreas comuns, gerenciamento de engenheiros, advogados, corretores de seguros, especialistas em diversas áreas e ainda tem que ficar disponível 24 horas por dia para atender até mesmo emergências que podem acontecer na madrugada no prédio.

Então, quanto custaria para você ocupar essa vaga de síndico? Quanto valeria seu trabalho tendo que ter todas essas responsabilidades, habilidades e incumbências? Já tentou se colocar alguma vez no lugar do síndico do condomínio?

Com esse artigo, quero alertar de que é o síndico que zela por sua vida e de sua família, então quanto vale a vida de seus entes mais amados?

Sendo assim, gostaria de dar algumas sugestões para melhorar até mesmo a administração do seu condomínio e ajudá-lo a se relacionar melhor com o síndico, trocando algumas atitudes:

  • Ao invés de criticar, dê sugestões (pare de apontar o problema e foque na solução);
  • Em vez de diminuir o trabalho que foi feito, reconheça que em muitos dos casos ele pode ter dado o seu melhor (ainda que não tenha correspondido com suas expectativas);
  • Deixe de ficar somente apontando as falhas. Faça opção em apontar novos caminhos e novas ideias;
  • Não fique na inércia se isentando em se voluntariar. Participe de comissões no condomínio que possam ajudar o trabalho do síndico;
  • Nunca fale mal do resultado de uma assembleia de condomínio, esteja presente em todas as assembleias, e se não puder participar, emita uma procuração para alguém representá-lo;
  • Pare de falar mal do síndico, busque sempre o diálogo, agende um horário e converse sempre diretamente com ele

Afinal, se o cargo do síndico é tão importante para que você tenha um imóvel mais valorizado, uma qualidade de vida melhor com segurança e bem-estar, é hora de acarinhar, apoiar e elogiar mais essa pessoa que assume tudo isso por você, não acha?

Talvez seja o momento de retribuir tudo o que tem e recebe do síndico, e dar mais amor ao síndico é uma forma de se amar mais.